A Porta

15 jul

A garota olhava para a porta e tinha uma vontade surreal de entrar. Ela sabia que era uma tarefa difícil passar por essa porta especial. Mas só tinha vontade e infelizmente isso não era o bastante. Olhava em outras direções, procurava outras portas, abria e espiava algumas mas só aquela especial a interessava.

Certo dia, a porta se abriu e dela saiu um anjo. Curiosa, a garota sorriu e perguntou:

– Como faço para passar por essa porta?

E ele respondeu calmamente:

– Só depende de você. Acredite que você pode e vai entrar. Mas é preciso que se esforce para tal. Tens todas as ferramentas necessárias para isso, inclusive a capacidade de saber utilizar cada uma delas. Isso é um diferencial. E aí sim, você estará pronta. Olhe só a sua volta: veja seus amigos e sua família e o quanto eles confiam em você. E vais ficar aí parada esperando? Tenha fé em Deus, mas tenha fé em você também. Foi Ele que me mandou aqui para te dizer as palavras que você precisa ouvir para seguir em frente: “O homem de gênio, que se lança à realização de um grande empreendimento, triunfa, se tem fé, porque sente em si que pode e vai chegar ao fim colimado, certeza que lhe faculta imensa força. O homem de bem que, crente em seu futuro celeste, deseja encher de belas e nobres ações a sua existência, haure na sua fé, na certeza da felicidade que o espera, a força necessária, e ainda aí se operam milagres de caridade, de devotamento e de abnegação. Enfim, com a fé, não há maus pendores que não se chegue a vencer.”

O anjo foi abrindo a porta e entrando novamente de onde havia saído poucos minutos atrás. Hesitou um instante, olhou para a garota que agora chorava de emoção e felicidade e disse:

– Eu também acredito em você.

E entrou. A garota passou um certo tempo pensando nas palavras do anjo. Estava se perguntando o porque de tantas pessoas acreditarem nela e ela mesma não acreditar em si, na força que tinha e que daria permissão de passar pela porta que tanto sonhava. Foi então que começou a acreditar, ter a fé na concretização dos seus feitos de hoje e no ápse de felicidade que teria amanhã. Ela iria passar, estava escrito.

Depois de um certo tempo em que fiquei distante, voltei ao mesmo lugar e resolvi bater na porta para perguntar pela garota. Foi quando, para minha surpresa, ela mesma abriu a porta.

Trecho destacado retirado do Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec.

Anúncios

3 Respostas to “A Porta”

  1. Giovanna Severo 12 de agosto de 2012 às 4:22 PM #

    Lindo, Nana! =D
    Bjss

  2. Thamima Dias 6 de dezembro de 2012 às 6:34 PM #

    Muito lindo! *-*

  3. Mariana Delavia 19 de dezembro de 2012 às 5:44 PM #

    Olá Mariana, eu também sou Mariana rs, e assim como você escrevo. Bem, seu texto é lindo e o blog também. Parabéns pelo trabalho e boa sorte com as palavras. Eu me arrisco a escrever, dê uma passada lá: http://marianadelavia.blogspot.com.br/, obrigada e beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: