Não sei viver de metades

28 nov

Não sei viver de metades. E, pra falar a verdade, nem gostaria de saber. A Terra não é uma esfera perfeita, mas é inteira. Imagina só, viver de meias verdades, meias histórias, meias alegrias… Meia vida também?

Ninguém nasce para ser a outra metade de alguém, porque ninguém é meia vida. Quero ser inteira, me entregar completamente a quem eu julgue que valha a pena me transbordar. Sou inteira e cheia, mas também transbordo. E faço cachoeira!

Não fico meio doente, meio triste, meio feliz. Vivo nos extremos. Não sinto pela metade, nem me entrego pela metade. Mas também não exagero, a sutileza existe para que as coisas fiquem na medida certa e na proporção do que sentimos e deixamos sentir.

Além disso, onde já se viu meio abraço, meio beijo e meio aperto de mão? Ou é ou não é. Acredito fielmente que Deus é inteiro e criou esse mundo que apesar de imperfeito, tem suas características: também é inteiro, divino. E apesar de toda essa integridade, Ele nos deu humildade para que possamos tirar de nós mesmos sentimentos e possamos doá-los sem que isso nos esvazie. O contrário acontece: nos acrescenta.

Se nem a Terra é uma esfera perfeita e é inteira, porque eu iria ser, viver, doar, sentir e amar pela metade?

Anúncios

2 Respostas to “Não sei viver de metades”

  1. Julliana Maertsch 28 de novembro de 2012 às 3:55 PM #

    hmmmm . alguem sentiu a indireta .. kkkk

  2. Giovanna 28 de novembro de 2012 às 11:00 PM #

    “Sou inteira e cheia, mas também transbordo. E faço cachoeira!” Não preciso dizer mais nada!
    Bjss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: