Cadê você?

9 jan

159108335 Demorei a ter forças para entrar nessa. Fui criando devagar, alimentando esse sentimento bom que tenho aqui. Até que um dia me convenci de que era melhor arriscar e não mais reprimir esse sentimento. E fui. E me venci. Me superei. Passei dos meus limites. Ouso até dizer que me prejudiquei. Por você.

Seria capaz de fazer bem mais se você permitisse, mas o seu silêncio me engole, me detona, me paralisa e até me magoa. E fico sem saber dar qualquer outro passo. Sem um sim, sem um não. Sequer um talvez. Estamos ligados de alguma forma e vai ver até sempre estivemos e nem sabemos… Não sei nem se um dia você estará lendo isso ou sabendo o que se passa aqui. Também não quero contar. Quero mostrar.

Antes dizia que se tivesse de ser eu a dar o primeiro passo, daria. E assim o fiz. Mas agora já não cabe mais a mim. Estou saindo dessa, com a mesma consciência de dever com a qual entrei. Porém, mais madura, mais forte, mais decidida e mais mulher.

E sabe de uma coisa? Se for mesmo pra ser, quem tem que dar muitos primeiros passos é você. E logo. Antes que me perca de vista no horizonte da vida. Ou me ganhe, quem sabe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: