“Sobre abrir mão e continuar sonhando” – Por Karine Rosa

14 fev

139239029

    Eu cansei. E por ter cansado, me dou o direito de saber a hora em que devo retirar minhas tropas, desistir e voltar pra casa consciente de que fiz o que pude. Não tenho paciência pra gente que acha que sabe o que se passa aqui dentro, nem vou dar o direito a ninguém de dizer o que eu posso ou não fazer. Quem tem o peito calejado de desilusões é que pode decidir a hora de parar para cicatrizar. É preciso entender que abrir mão de certos sonhos nem sempre é ser fraco. Às vezes a gente só precisa de um pouco de calma e de paz.
    Mas é que a gente fica tão obcecado pela porta fechada na cara que esquece de reparar nas janelas se abrindo. E deixei tantas oportunidades passarem por essa minha obsessão por ser alguém, e provar pra todo mundo que eu era capaz, que eu era predestinada a algo, que eu tinha capacidade de fazer valer todo o orgulho que sentiam de mim. Velha mania de só ser se acreditam que eu seja. E, no final do dia, eu me perguntava se eu acaba me provando algo nesse tempo também.
    Me provei que saber a hora de parar é um sinal de força tanto quanto aqueles que continuam. Sei que sonho nenhum vale o coração partido, nem a gastrite nervosa, nem as rugas nas cara por todas as lágrimas dos planos que não deram certo. Nem tudo posso, e é por não poder que mudo, que corro atrás do que me convém, que sei quando devo admitir a derrota e entrar em novas batalhas.
    Não, eu não sou fraca porque desisti. Sou forte por saber ser feliz com as minhas derrotas também. Por honrar meu suor e saber a hora de me dedicar a outra coisa. Sei bem até aonde minha saúde me permite ir, até que ponto meu coração aguenta. Aqui, ele não aguenta mais. Então, abaixo a cabeça, cumprimento a plateia e vou viver novas peças. Esse sonho eu deixo pra depois, talvez pra outra pessoa, talvez pra viver só na minha mente. E vou viver outros sonhos, porque parar de sonhar eu não paro.

Abrir mão é só uma parte da coisa toda. Ainda há muitos sonhos por aí…

Visitem o blog da Karine Rosa!

Anúncios

Uma resposta to ““Sobre abrir mão e continuar sonhando” – Por Karine Rosa”

  1. Giovanna 16 de fevereiro de 2013 às 9:41 PM #

    Depois de algum tempo sem visitar esse espaço maravilhoso, estou de volta!!! \o/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: