Tag Archives: matthew quick

O Lado Bom da Vida

30 dez

IMG_3041    Vou começar essa resenha dizendo que esse livro é muuuuito lindo! Sério, quando terminei de ler, fechei o livro e quase que instantaneamente abri na última página, li novamente, fechei o livro e pensei: QUE LINDO! Confesso que já li a última página outras vezes e talvez eu nunca me canse de ler pois o que está escrito ali soa tão, mas tão verdadeiro que enobrece totalmente não só a minha leitura, mas como minha vida. Talvez nem todo mundo que leu ou vai ler tenha essa sensibilidade minha, mas sou desse tipo de leitora que joga e capta todos os sentimentos que estão nas palavras. Sou uma personagem observadora e crítica totalmente envolvida em todos os casos. Fazer o que, né? Mas ainda assim, mesmo que você não seja esse tipo de leitor(a), vai achar o livro LINDO!

Depois de um parágrafo só para dizer que o livro é lindo, vamos para a resenha propriamente dita: Matthew Quick, o autor, foi muito feliz em criar a história deste livro (que é um romance) pois, na minha humilde opinião, do início ao fim tudo é bem realístico. O que quero dizer é que não tem aquela coisa melodramática e está muito longe de ser aquele romance fantasioso tipo felizes-para-sempre ou te-vi-a-primeira-vez-e-já-te-amo-para-sempre. Bleeehh!! Não mesmo. Pat Peoples é um homem com problemas mentais e que não consegue esquecer ou superar o fim do seu casamento. Tudo ainda lembra Nikki, sua ex-mulher, e ele não perde as esperanças de voltar com ela. Nesse meio tempo, conhece Tiffany, uma jovem viúva que tem uma vida totalmente conturbada e acaba se aproximando de Pat. Os dois se tornam grandes amigos, confidentes e companheiros!

Não posso contar mais da história, pois além de eu detestar spoilers, a graça se vai, né? Mas algumas coisas me marcaram muito como algumas reflexões feitas pelo Cliff, o terapeuta do Pat. Outra coisa maravilhosa foi o concurso de dança que o Pat e a Tiffany participaram. Foi descrito com a maior beleza e foi como se eu pudesse ver com os meus próprios olhos a linda apresentação deles!

Tem também a parte chata, confesso: a parte dos jogos de futebol americano. Não todas, mas muitas descrições técnicas e passes de futebol que eu realmente não entendo e nem me interesso, sabe? Mas li tudo e não pulei nenhuma parte, pois vai que eu perco algo interessante no meio da jogada? Rs.

E enfim, o que mais me encantou nesse livro além do lado realístico foi a forma verdadeira por trás do narrador (que é o próprio Pat). A escrita do Pat através do autor, soou uma verdade e sinceridade absurdamente inocentes e admiráveis. E isso torna o livro LINDO! Indico sem pensar duas vezes ao público jovem-adulto e adulto. Boa leitura! 😀

TEM O FILME! 

Pior adaptação de livro para o cinema que eu já vi.

DECEPCIONANTE!!  É tudo completamente diferente da história real (tipo: MUITO DIFERENTE!), simplesmente uma decepção. Tiraram a essência do livro. Nem acredito que pude ver isso até o fim. Mas aí está o link do trailer, não pude deixar de colocar aqui, já que o filme é bem famoso. Desculpa se alguém acha o contrário, mas tive que ser sincera. O filme tinha tudo para ser bom (os atores são fantásticos) e tem algumas cenas hilárias, mas… não… Definitivamente não. 😦

resenhaa