Tag Archives: felicidade

“Segui em Frente” – Por Thiego Novais

20 mar

137676700    “Hoje virei a página. Joguei todas as lembranças pela janela e as olhei caindo lentamente. Sendo levadas pelo vento em direção a outra pessoa. Não me dei conta o quanto seria difícil. Demorei, mas cai na realidade, pois vi coisas que procurei até encontrar. Vi que você está feliz, mais uma vez. Não existe motivos para esperar a incerteza, a escolha de alguém. Sim, isso é perder tempo. Não se dar a chance de ser feliz enquanto a outra pessoa nem lembra mais que você existe. Fui forçado a terminar o livro, a história.

Não posso falar que não tentei. Sempre dei pistas, falei mais alto que as outras pessoas, contei minhas histórias. Todas em vão. Todas sem ninguém para me ouvir. Foi uma semana difícil. Pensei muito antes de finalmente rasgar a sua foto. Mas fiz, hoje cedo rasguei em inúmeros pedaços. Foram pedaços tão pequenos que seus dentes, sua bochecha e seus olhos ficaram imperceptíveis. Você ficou irreconhecível. Mas tudo bem, sua foto estava lá, bem longe de meu campo visual. Longe do meu coração apertado.

Espero poder contar isso um dia para você, não como alguém que não conseguiu seguir em frente, mas ao menos ter a chance de lembrar mais uma vez o modo que você mexia no seu cabelo ou ria e não conseguia parar. Mas segui, segui em frente e acho que será assim a partir de hoje. Não olharei para trás. Ao invés disso, começarei a olhar mais para os lados e perceber que o passado não te traz nada novo. Nenhum sorriso, nenhum abraço. O passado te traz apenas momentos que passaram.

Começarei a olhar para o futuro, pois ele renova a esperança, faz a gente acreditar que nunca é tarde para esperar por alguém. E não, chega de pensar no seu abraço ou no seu sorriso quando conhecer alguém. Quero me entregar completamente ao amor. Me apaixonar outra vez e sentir algo novo. Chega de lembrar. É hora de fazer acontecer e nunca mais perder as lembranças. Só assim eu serei completamente feliz.”

Visitem o blog do Thiego Novais!

Anúncios

Paciência, flor

8 jan

144580279     Paciência, flor. Sua vida não vai ser tirada por causa de uma tempestade forte. Sua vida também não será perfeita e você será feliz para sempre por causa daquele lindo dia de sol. A tempestade te deixa murcha mesmo, dá aquela apagada no brilho, na própria vida. Mas sol demais desidrata, sabia?

Não se renda a tempestade. Ela passa. Muito menos se entregue e faça promessas nos dias de sol, pois nem todo dia ele sai. Transforma a tristeza em força pra continuar e a felicidade em sorriso pra compartilhar os momentos bons!

Chora, flor. Chora até não aguentar mais e essa vontade passar. Mas também sorria. Sorria até as bochechas doerem, pois sorrir é cura pra alma! E tenha paciência, flor. Não esqueça que tudo passa, até essa sua tristeza que parece interminável.

E o que tem que chegar, uma hora chega. Vem a calmaria. O conforto. O alívio. O equilíbrio entre a tempestade e o sol escaldante. E com essa sensação boa, eu posso me sentir viva, humana. E ao mesmo tempo, simples e singela: como a tal flor.

FELIZ 2013!

2 jan

103050436    Mais um ano se vai, um ciclo se encerra e damos lugar a outro. É nessa hora que paro pra pensar que a vida passa (e rápido!). Mas também é nessa hora que percebo que ela não está se passando em vão. Tudo o que foi vivido em 2012 foi um aprendizado, um abre-alas, um treinamento para que ficássemos cada vez mais fortes para enfrentar o que vem pela frente.

Sempre gosto de registrar aqui uma palavra que descreve o que foi o último ano que vivi, mas dessa vez escolhi uma frase que traduz tudo: Que não se tenha pressa, mas que não se perca tempo. Aprendi que tudo tem o tempo e a intensidade certa para acontecer e que nós devemos fazer a nossa parte. Devemos ter paciência. Mas não deixar pra depois o que podemos fazer agora. Não se exaltar. Não esperar muito das coisas e das pessoas. Espere de você. Faça acontecer, viva. Seja feliz, faça feliz. Não perca tempo mesmo. Fale agora. Põe pra fora o que tem de melhor dentro de você da melhor forma que puder fazer!

E que não esqueçamos que o tempo está passando. Cada minuto que se passa é um a menos. Que essa passagem mágica de um dia pro outro renove a alma e o ser de todos nós para melhor. Muito trabalho, realizações, bons momentos e um 2013 mágico!

Estrela Cadente

25 dez

89127245    Da minha janela vi uma estrela cadente e desejei: ser muito feliz e fazer muito feliz quem estiver a minha volta. E fui ouvida! Deus me deu a felicidade em forma de sorriso. Então, se eu já sorri pra você, pode ter certeza: te desejo muita felicidade.

Mas eu sorrio a toa, desejo felicidade alheia também. Então Deus me deu a felicidade em forma de um abraço, só para aqueles mais especiais e chegados, sabe? Portanto, se eu já te abracei forte, saiba que você tem, no mínimo, meu respeito e admiração.

Agora, se eu converso contigo, dou conselho, te escrevo, tô sempre ali do lado (mesmo longe), sorrio, abraço, dou risada e temos resenhas pra contar: te desejar felicidade é pouco, poquíssimo pro que eu realmente desejo. Felicidade, energia boa, banho de sal grosso e tudo de melhor que houver nesse mundo!

Em cada pessoa que amo, um pedaço de mim. Em mim, um pedaço de cada pessoa que amo. Agradeço por tudo, tudo mesmo. Por serem quem são. Por me fazerem quem sou. Pessoas assim conto nos dedos das mãos e dos pés.

Olhando novamente em direção ao céu, vi outra estrela cadente. E desta vez pedi: que cada estrela dessa ilumine o coração e caminho de cada um. Mais uma vez fui ouvida. E houve uma chuva de estrelas cadentes! Foi aí que acordei e percebi que estava sonhando. Mas era um sonho tão real! Podia sentir toda aquela magia, sentimento bom e a luz boa vinda da estrela.

Depois de alguns segundos (já acordada) resolvi olhar o calendário pelo celular. Logo percebi que de realidade tinha quase tudo nesse sonho. Era Natal!

A Porta

15 jul

A garota olhava para a porta e tinha uma vontade surreal de entrar. Ela sabia que era uma tarefa difícil passar por essa porta especial. Mas só tinha vontade e infelizmente isso não era o bastante. Olhava em outras direções, procurava outras portas, abria e espiava algumas mas só aquela especial a interessava.

Certo dia, a porta se abriu e dela saiu um anjo. Curiosa, a garota sorriu e perguntou:

– Como faço para passar por essa porta?

E ele respondeu calmamente:

– Só depende de você. Acredite que você pode e vai entrar. Mas é preciso que se esforce para tal. Tens todas as ferramentas necessárias para isso, inclusive a capacidade de saber utilizar cada uma delas. Isso é um diferencial. E aí sim, você estará pronta. Olhe só a sua volta: veja seus amigos e sua família e o quanto eles confiam em você. E vais ficar aí parada esperando? Tenha fé em Deus, mas tenha fé em você também. Foi Ele que me mandou aqui para te dizer as palavras que você precisa ouvir para seguir em frente: “O homem de gênio, que se lança à realização de um grande empreendimento, triunfa, se tem fé, porque sente em si que pode e vai chegar ao fim colimado, certeza que lhe faculta imensa força. O homem de bem que, crente em seu futuro celeste, deseja encher de belas e nobres ações a sua existência, haure na sua fé, na certeza da felicidade que o espera, a força necessária, e ainda aí se operam milagres de caridade, de devotamento e de abnegação. Enfim, com a fé, não há maus pendores que não se chegue a vencer.”

O anjo foi abrindo a porta e entrando novamente de onde havia saído poucos minutos atrás. Hesitou um instante, olhou para a garota que agora chorava de emoção e felicidade e disse:

– Eu também acredito em você.

E entrou. A garota passou um certo tempo pensando nas palavras do anjo. Estava se perguntando o porque de tantas pessoas acreditarem nela e ela mesma não acreditar em si, na força que tinha e que daria permissão de passar pela porta que tanto sonhava. Foi então que começou a acreditar, ter a fé na concretização dos seus feitos de hoje e no ápse de felicidade que teria amanhã. Ela iria passar, estava escrito.

Depois de um certo tempo em que fiquei distante, voltei ao mesmo lugar e resolvi bater na porta para perguntar pela garota. Foi quando, para minha surpresa, ela mesma abriu a porta.

Trecho destacado retirado do Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec.